Arquivo da categoria: Jogos

Games proibidos no Brasil?

Muitas vezes me perguntam o que eu acho dos jogos online e como estes podem prejudicar ou ajudar as crianças e os jovens. Vou utilizar parte de uma matéria que fiz recentemente para o jornal local que fala sobre o assunto, aproveitando esta notícia da UOL: “Counter-Strike” e “EverQuest” estão proibidos no Brasil.

Como muitos da minha geração, iniciei minha incursão nos jogos eletrônicos bem novo, com 6 anos de idade, já me divertia com o velho e bom Atari, depois vieram outros consoles e cada dia mais inovação. Os jogos on-line surgiram bem depois, com o advento da internet, isto deu uma possibilidade enorme de mercado para diversas empresas do ramo, visto que poderiam expandir seus jogos para qualquer lugar do mundo e criar enormes comunidades de jogadores.

Jogos de 10 anos atrás já tinham parte do seu conteúdo on-line, ou seja, você podia jogar sozinho, ou on-line com os amigos. Mas grande parte destes jogos nunca atraíram multidões, a maioria dos jogadores ainda preferia jogar sozinho sem necessitar da internet, visto que o acesso a mesma ainda era caro e limitado a uma classe mais alta da população.

Com a popularização da Internet, as empresas do ramo começaram a investir em jogos estritamente on-line, nos quais o jogador só poderia jogar on-line com outras pessoas. Estes jogos fizeram sucesso imediato, o jogador agora podia se divertir com todos os amigos, sem precisar marcar reuniões ou se encontrar pessoalmente, estava tudo ali, na internet. O sucesso destes jogos se deve principalmente, a necessidade intrínseca do ser humano de se relacionar com várias pessoas (o que é o propósito principal destes jogos) e a possibilidade de expor sua personalidade da forma como você bem entender, visto que não existe o contato humano neste universo.

Jogos como Diablo 2, Counter-Strike, Quake, Ultima Online, Warcraft, dentre outros, foram durante vários anos, os mais jogados em todo o mundo on-line, com milhões de jogadores e milhares de servidores. Ao longo do tempo foram surgindo comunidades de jogadores, que se organizavam e montavam equipes (clãs) para competições, criavam ligas, regras, grupos de discussão, encontros, etc. Com isto também surgiram competições e campeonatos virtuais, com prêmios bem reais (dinheiro, equipamentos, viagens, etc) e ainda hoje em alguns países do mundo (Japão e Coréia), os melhores jogadores são tão famosos quanto astros de cinema.

Os jogos on-line mudaram tanto o mercado de entretenimento eletrônico, que empresas como Sony, Microsoft, Nintendo, tem investido a maior parte do seu orçamento nesta área. E o mercado geral de entretenimento eletrônico (jogos de computador, jogos online, jogos de consoles, jogos de celular, etc) tem faturamento superior a indústria do cinema hoje, com cerca de U$ 12,5 bilhões só no ano de 2006.

Com relação a minha opinião sobre os jogos, prefiro citar a opinião dos próprios estudiosos (médicos e pesquisadores) que comprovaram que as crianças que tem contato com os jogos, tem maior capacidade de abstração, coordenação motora, raciocínio lógico, raciocínio matemático, conhecimento linguístico, etc.

É fato que, uma boa parte destes jogos contém conteúdo bastante violento ou inadequado para crianças e adolescentes, porém, acredito ser papel dos pais ter o conhecimento e a postura adequada para educar seus filhos com relação a isto (todos os jogos saem de fábrica com indicação de censura). É muito fácil hoje em dia, culpar algum jogo eletrônico, porque um jovem (que tinha problemas familiares graves) entrou na sala de aula e saiu atirando em todo mundo. O problema da violência no mundo hoje, está longe de ser culpa de algum jogo eletrônico, programas de televisão, jornais, etc. Se existe algo para ser culpado, eles são a pobreza, as condições sociais e principalmente a educação precária.

Apesar de tudo, deve se evitar os excessos com os jogos eletrônicos, assim como com qualquer outra forma de entretenimento. O excesso corrompe e prejudica qualquer pessoa, seja na vida pessoal, como na vida profissional. Jogar por 4h seguidas em um feriado é bastante diferente do que ficar 24h seguidas jogando em horários que a pessoa tem outros compromissos. O vício em jogos deve ser tratado, assim como qualquer outro vício.

Portanto, os jogos eletrônicos, como tudo na vida, tem que ter seu tempo dosado, a pessoa deve organizar seu tempo para as resposnabilidades e para o lazer. Na minha adolescência, já passei por volta de 24h jogando direto e já deixei de cumprir com responsabilidades para jogar, mas ao longo do tempo, aprendi que isto não era a forma certa.

O contato humano também é de extrema importância, muitos adolescentes hoje, preferem se relacionar pela internet do que pessoalmente e este detalhe não atinge somente os adolescentes que jogam on-line, mas qualquer outro usuário da internet.

Expressões World of Warcraft?

Meu amigo Douglas me fez a seguinte pergunta:

“Karlão, estou começando no World of Warcraft agora, porém não entendo nada que o pessoal fala, nem parece inglês, o que é por exemplo: BRB e LOL?”

Para quem não conheçe o World of Warcraft ou WoW é um MMO (Massive Multiplayer Online), que nada mais é que um jogo em que milhares de pessoas jogam ao mesmo tempo (por isso o massive). Diferente de jogos de tiro online por exemplo, em que um servidor temos 10 ou 20 pessoas, no MMO temos 1000, 2000, 3000 pessoas jogando em um mesmo “mundo” ao mesmo tempo.

O WoW é um MMO RPG, ou seja, um jogo multiplayer online massivo no estilo RPG, aonde você cria e evolui seu personagem de acordo com raça, classe, talento, dentre outras milhares de variáveis. O objetivo principal do WoW é a integração de jogadores, isso funciona tão bem, que ele é hoje o maior MMO do mundo, com quase 8 milhões de usuários pagantes.

É de se imaginar que, com tanta gente jogando junto, passa a surgir uma comunidade diferenciada, que para driblar as diferenças do mundo real para o mundo virtual, cria costumes e maneiras diferenciadas de se fazer as coisas, principalmente de se conversar. A maioria dos jogadores do WoW é dos EUA (quanta sigla hein!) mas existem outros milhões de várias partes do mundo, inclusive do Brasil. Mesmo para quem sabe inglês, conversar e se entender dentro do universo do jogo é bem complicado.

Como a princípio, todos estes jogos possuem comunicação via texto (hoje o WoW já possui comunicação via voz integrada), para reduzir o número de caracteres digitados, os usuários passam a encurtar as palavras (assim como no msn), usar siglas, criar nomes, etc. Agora imaginem o que 8 milhões de pessoas ao longo de 3 anos não conseguiram inventar. Realmente amigo, nem parece inglês.

Abaixo listo algumas das expressões e siglas principais usadas no WoW para ajudar os iniciantes, lembrando que existem inúmeras outras, por exemplo, muitas regiões do jogo são chamadas pelas suas siglas o que dificulta ainda mais o entendimento no começo:

LOL – Laughing out Loud, o mesmo que nosso popular “Hehehe”;
LMAO – Laughing my ass off, ou “Me borrando de rir”;
BRB – Be Right Back ou “Volto Logo”;
BIO Break – Pausa para ir no banheiro;
AFK – Away from Keyboard ou “Ausente do jogo”;
NM – Never mind ou esqueça, não se preocupe;
NP – No problem ou sem problemas;
KK – OK ou beleza, tudo bem;
Grats – Congratulations ou parabéns;
Ding – Expressão utilizada quando se evolui um nível;
Omw – On my way ou “Estou a caminho”;
Noob – Newbie ou novato, iniciante;
Ty – Thank you ou obrigado;
Woot – Expressão usada para comemorar algo;
BOP – Bind on Pickup, item que se combina a você ao pegar;
BOE – Bind on Equip, item que se combina a você ao equipar;
AOE – Area of Effect, magias que atingem vários inimigos;
CC – Crowd Control, magias que paralizam os inimigos;
Tank – Tanque, jogadores que possuem muita resistência;
DPS – Damage per second, jogadores que causam muito dano;
Runs – Execução, é o ato de concluir um objetivo especial do jogo;
GF – Girlfriend ou namorada;
GM – Game Master, administradores que ajudam usuários;
Hubby – Husband ou marido;
LAG – Atraso, acontece quando o jogo está lento;
Ur – You are ou “Você é …”;
FP – Flight Point ou Local de voô, um meio de transporte do jogo;
ZEP – Zeppelin, também um outro meio de transporte do jogo;
Buff – Magias que aumentam os poderes dos jogadores;
Main – Principal, designa o personagem principal do jogador;
Alt – Alternative, designa os personagens alternativos do jogador;
PPL – People ou pessoas;
Damn – Maldição, xingamento bastante utilizado no jogo;
Crit – Critical Damage ou dano crítico causado por um jogador.

Licenças no Gran Turismo 4?

Mais uma do meu amigo Claytin:

“Karlão, você tem alguma dica para passar nas licenças do Gran Turismo 4?”

Seguinte, não existe um método infalível para todas as licenças, mas você pode usar uma dica especial. Durante a contagem 3,2,1,Start você pode segurar o botão R3 que irá aparecer uma linha durante todo o percurso indicando aonde acelerar e aonde freiar! Ajuda né?

Counter-Strike pirata?

Esta dúvida veio do meu primo André:

“Karlão, como eu faço para jogar counter-strike pirata? Não estou achando nenhum servidor!”

Bom, primeiramente este blog não tem o intuiuto de divulgar nem colaborar com nenhum tipo de pirataria, principalmente de jogos e programas de computador.

Com relação a pergunta do André, porque não comprar o jogo original? O counter-strike clássico (aquele que todo mundo conheçe e existe a muito tempo) custa U$ 9,95, ou seja, míseros R$ 17,60 (dólar de hoje). O jogo pode ser adiquirido online, através de cartão de crédito internacional e depois que pagar é só baixar e pronto!

Com isto você pode jogar em vários servidores do Brasil e do mundo com lag mínimo e sempre cheio de jogadores. A Valve (criadora do jogo) disponibiliza uma ferramenta chamada Steam, que nada mais é que um portal de jogos (da própria Valve e de outras desenvolvedoras). Através dele você consegue visualizar todos os servidores disponíveis, configurar e verificar todos os jogos que você tem adiquiridos através do site, cadastrar amigos, etc. Tudo muito fácil e muito rápido.

Juntamente com o jogo, a Valve também oferece uma série de pacotes de jogos para compra no site do Steam. Você pode adiquirir e jogar não só Counter-Strike, como também Counter-Strike: Source, Day of Defeat, Half-Life, dentre outros. E tudo com a mesma facilidade.