Som na Easyshare C763?

A dúvida abaixo veio da Léa:

“Karlão, quando vejo os vídeos na minha câmera Kodak Easyshare C763 não está saindo som, quando transfiro e vejo no computador o som sai normal, o que pode ser?”

Léa, possivelmente o som da câmera está desligado ou muito baixo. Para resolver este problema pressione o botão “Menu” da sua câmera e vá até a última opção que deve ser “Setup Menu” (ou “Menu de Configurações”).

Em seguida vá até a opção “Sound Volume” (ou “Volume do Som”) e ajuste da forma que preferir. Se estiver em Off (ou “Desligado”), basta alterar para qualquer outro que seu problema será resolvido. Lembrando que o padrão da câmera é “Low” (ou “Baixo”).

Limite de linhas no Excel?

A dúvida abaixo veio do Waldemir:

“Karlão, como aumentar o limite de 65536 linhas no Excel? Trabalho com arquivos muito grandes e este valor não me atende.”

Waldemir, a resposta é simples: é impossível passar de 65536 linhas em uma única planilha no Excel 2003 ou inferior. Porém, você pode contornar este problema de 3 formas diferentes:

1) Separar os dados entre várias planilhas (várias abas em um mesmo arquivo do Excel).

2) Passar a trabalhar com estes dados em um banco de dados (Access, Oracle, SQL Server, MySQL, etc) o que resolveria o problema não só de quantidade de linhas mas também de desempenho.

3) Passar a utilizar o Excel 2007 que suporta até 1048576 linhas (16 vezes mais). Acredito que esta seria a solução mais prática para você.

5000 visitas!

Pessoal,

Chegamos ontem a 5000 visitas únicas no “Karlão me ajuda”. Muitos blogueiros vão achar piada, mas para mim representa um número muito importante. Para quem recebia 10 visitas diárias (sendo que 9 eram eu mesmo) e hoje recebe 100 visitas diárias, um marco assim é um fato a se comemorar!

Minha única intenção com este singelo blog, sempre será ajudar a todos neste mundo maluco da tecnologia. Agradeço aos elogios pelo e-mail, a todos que visitam e também aos que mandam suas dúvidas, tento sempre responder da melhor forma possível. Obrigado mesmo!

Abraços,

Karlão

Fotos no orkut, de novo?

A dúvida abaixo veio do Peivi:

“Karlão, não consigo ver as fotos bloqueadas no orkut conforme você explicou no post anterior sobre o assunto, existe algum outro método?”

Peivi, você está falando sobre um dos meus primeiros posts no blog, certo? Como eu tinha dito naquela época, eu não sabia por quanto tempo o Orkut iria permitir aquela situação (uma grande falha de segurança). Eles agiram bem rápido e cerca de duas semanas depois que postei (e vários outros blogs também) tudo tinha sido bloqueado novamente.

Acredito que o bloqueio agora é definitivo. Existem alguns outros blogs falando de novas formas de ver as fotos, porém eu testei todas e não funcionam. Infelizmente, aquela foto da gatinha na piscina vai ficar para a próxima!

Rede com Bluetooth?

A dúvida abaixo veio do Alden:

“Karlão, como devo proceder para criar uma rede Bluetooth entre meu computador e meu notebook e como compartilhar a internet nesta rede?”

Alden, infelizmente a conexão Bluetooth, apesar de permitir troca de arquivos, não tem suporte ao protocolo TCP/IP (o padrão da internet), por isto não é possível compartilhar a internet em uma rede Bluetooth doméstica.

Para não ser repetitivo, vou te passar um link do site da Info que mostra um passo a passo para a criação de uma rede sem fio utilizando tecnologia Bluetooth para troca de arquivos entre o computador e o notebook. Lembro também que a taxa de transferência padrão do Bluetooth é de 1Mbps, este valor é 100x menor que a velocidade de uma rede comum, e 50x menor que uma rede sem fio por Wi-Fi, portanto talvez não seja a solução ideal para interligar um notebook a um computador, mesmo que seja só para transferência de arquivos

Notebook e modem interno?

A dúvida abaixo veio da Inês:

“Karlão, comprei um notebook que não possui modem interno. Aqui no prédio tenho conexão adsl compartilhada, como faço para utilizá-la se não tenho modem no notebook? Também, quando tento acessar uma rede sem fio ela pede senha, o que faço?”

Inês, antes de responder sua dúvida vou passar alguns conceitos para você entender melhor. Quando falamos a palavra modem, estamos falando de um equipamento que converte um sinal analógico (vindo da linha telefônica) em informações digitais (interpretadas pelo computador) e vice versa. O nome “modem” é um apelido para a palavra “modulator-demodulator”.

Antigamente, utilizava-se bastante o tal modem para conectar a internet através de uma linha telefônica. Estes aparelhos, podiam ser externos ou placas internas no computador. Com a chegada da internet rápida, a palavra modem passou a ser usada também para designar os aparelhos que fazem a conexão ADSL, pois eles nada mais são do que um modem também.

Geralmente um modem ADSL possui uma conexão a linha telefônica e uma conexão de rede para que o computador possa navegar (através de um cabo de rede). Todo notebook sai de fábrica com uma placa de rede interna que aceita o cabo de rede vindo do modem ADSL ou de uma rede doméstica. As vezes os notebooks também possuem modem interno (utilizados em conexões a linha discada), mas estes não tem nada a ver, nem interferem no modem ADSL que você já possui na sua casa ou no seu prédio.

Se no seu prédio você possui conexão ADSL compartilhada, você deve utilizar um cabo de rede para realizar a conexão no seu computador. Sem conhecer como está montada sua rede doméstica, não consigo te ajudar no restante das configurações que talvez precise ser feita. Já no caso da rede sem fio, está sendo solicitado senha, justamente porque esta rede está protegida de acesso não autorizado, possívelmente você está tentando acessar uma rede sem fio de um vizinho ou de um local próximo. Caso seu prédio disponibilize o acesso a rede sem fio, é necessário verificar com os responsáveis a senha de acesso e também a forma de configuração.

SCSI e Placa-mãe?

A dúvida abaixo veio do Arilson:

“Karlão, um amigo quer montar um servidor com discos SCSI. Usar SATA seria melhor? Consigo fazer RAID em SATA? Se a placa-mãe não tiver entrada para SCSI, existe algum tipo de adaptador? Isto pode ocasionar perda de perfomance?”

Arilson, vamos responder suas dúvidas por partes. Antes de mais nada quero deixar claro que estamos falando aqui de um servidor no sentido lógico da palavra, ou seja, um equipamento que vai servir/fornecer alguma coisa. É importante alinharmos isto, pois muita gente entende servidor como super computadores de preço extremamente elevado, fabricado por grandes marcas, como HP, DELL, IBM, etc. Eles também são servidores, pois além do hardware específico para este fim, tem o intuiuto de fornecer alguma coisa.

Porém, em certos tipos de situações e empresas (pequenas principalmente), nada impede de montarmos uma máquina mais “encorpada” com componentes encontrados em lojas comuns, com o intuiuto de usarmos como servidor. Com relação ao SCSI x SATA temos que levar em consideração duas coisas. A primeira é que raramente, as placas-mãe encontradas em lojas do ramo tem suporte a conexão SCSI, mesmo servidores mais novos da HP, DELL e IBM, não tem suporte mais ao SCSI, pois ele foi substituido pelo SAS (Serial Attached SCSI).

Para que você possa utilizar discos SCSI em uma placa-mãe comum, você deve comprar uma placa SCSI (não um adaptador), esta placa geralmente possui interface PCI e saídas SCSI internas e externas. Vale lembrar que estas placas possuem custo bem elevado, assim como o próprio HD SCSI e não causam nenhuma perda de performance. Inclusive a maioria das placas-mãe voltadas para hardware de alta performance (servidores HP, DELL, IBM, etc) também não possuem conexão SCSI integrada, todos estes servidores possuem uma placa adicional (chamada de controladora) para este fim.

O segundo ponto a tratarmos é com relação a performance. É fato que os discos SCSI possuem performance muito superior aos discos IDE e um pouco superior aos discos SATA (veja meu post anterior sobre o assunto), porém acredito que para o seu caso, que deve estar montando um servidor de pequeno porte, o SATA substitui muito bem o SCSI e por um preço bem mais em conta, já que hoje em dia toda placa-mãe já tem suporte SATA e a maioria dos discos vendidos são deste formato.

Para finalizar, vamos falar sobre a possibilidade de fazer RAID em discos SATA. Todo disco, de qualquer formato, aceita ser inserido em uma configuração de RAID. Dependendo da configuração de RAID, existem algumas limitações, por exemplo: em RAID 1 os discos precisam ter o mesmo tamanho, em RAID 5, além de ter o mesmo tamanho, necessitamos de mais de 2 discos, etc.

O RAID pode ser feito de três formas diferentes: por software, por hardware ou por firmware. No primeiro caso, através do próprio sistema operacional, é possível criar a configuração de RAID, porém este tipo de configuração é extremamente limitada e a performance é bastante baixa. No RAID por hardware é utilizado uma placa controladora específica para este fim. Este RAID é o mais comum, feito em servidores de alta performance, porém uma placa controladora possui um custo bem elevado.

O último tipo de RAID é feito através de firmware, também chamado de RAID falso. Este é o padrão das placas-mãe mais comuns do mercado. Estas possuem um chip controlador integrado a placa-mãe que possibilita a criação de RAID. Porém este tipo está longe de ser ideal pois apresenta além da performance baixa, risco elevado em caso de falhas.

Portanto Arilson, se você for montar um servidor básico para seu amigo, e não prescise de tanta performance ou redundância, utilize discos SATA sem necessidade de configurar RAID. Porém, caso você precise de algo mais “parrudo” e com redundância, sugiro que você verifique preços de servidores DELL, HP e IBM, pois eles podem te atender de forma bem mais ideal.

Mudanças da TV Digital?

A dúvida abaixo veio da Roberta:

“Karlão, quais as mudanças da TV Digital?”

Roberta, para responder esta pergunta, vou colocar abaixo um texto do Portal Software Livre bem explicativo. Existem inúmeros outros textos na internet (basta uma pesquisa no Google) com explicações mais técnicas:

“A TV Digital nada mais é que uma mudança no tipo de sinal que seu aparelho recebe — hoje analógico — da emissora de TV. Entenda as transformações que ela causa e também em que pé está a implantação dessa tecnologia.”

Vídeo
A qualidade de imagem será muito superior àquela que se tem atualmente quando você assiste a um DVD. A imagem digital não tem aqueles chuviscos característicos da TV por antena: sua definição é constante. O que pode ocorrer, por outro lado, é na perda de sinal, quando a imagem “trava” — quem tem os planos digitais das operadoras de TV a cabo provavelmente já vivenciou esse tipo de problema. Isso ocorre porque o volume de dados do padrão digital é muito maior e, se existe qualquer instabilidade na conexão, a imagem fica travada.

Áudio
Sua TV atual tem dois canais e, na digital, são cinco canais. Com isso, é possível ter um som como o de cinema. Se você tem um aparelho de home theater com cinco caixas acústicas, terá a mesma sensação que tem quando está na sala de cinema.

Formato
A imagem que você recebe é no formato 16:9, utilizado nos cinemas e também e nos aparelhos de televisão widescreen.

Interatividade
A TV digital dispõe de diversos recursos de interatividade com o telespectador. Entre eles, estão menus interativos com guias de programação, próxima atrações dos canais e possibilidade de ver a programação de um canal sem deixar de assistir outro.

Existem três tipos possíveis de interatividade:

1) Local: O sistema digital é unilateral. A emissora envia os dados para o equipamento do usuário, e ele pode interagir com aquelas informações. Como acontece com o guia de TV interativo, com o qual é possível navegar pelas opções.

2) Intermitente: O sistema tem um canal de comunicação com a emissora, com o qual uma ação do usuário gera uma conexão com essa empresa. Por exemplo: o processo de compra de pay-per-view direto pela TV. O usuário seleciona o programa que quer comprar, usando o menu interativo. Quando efetua a aquisição, o equipamento de TV utiliza a linha telefônica do usuário para realizar a transação.

3) Permanente: Na prática, é como ter uma conexão de banda larga ligada a seu aparelho de TV. Esse equipamento passa a interagir diretamente com serviços on-line, compras, jogos e bate-papo, entre outros serviços.

Karlão foi ajudado por: Portal Software Livre

1º página sem numeração?

A dúvida abaixo veio da Suellen:

“Como fazer para que o Word não numere a primeira página (conforme a norma da ABNT)?”

Suellen a resposta é bem simples. Ao inserir uma numeração de página (Inserir – Número de página), desmarque a opção “Mostrar número na 1º página” no Word 2003 ou marque “Primeira página diferente” no Word 2007. Com isto a primeira página da seção não será numerada conforme a chatíssima regra da ABNT.

Dell Inspiron 1525?

A dúvida abaixo veio da Iva:

“Karlão, quero comprar um Notebook Dell Inspiron 1525, o que você pode me falar dele?”

Iva, primeiramente ao falarmos em Dell estamos falando de um dos maiores fabricantes de computadores e servidores do mundo. Juntamente com a HP, a Dell domina o mercado mundial, assim como o brasileiro. Estamos falando então de uma fabricante de respeito. Eu particularmente já tive e tenho equipamentos da Dell e nunca tive sequer um único problema com nenhum deles. Recomendo a todos que me perguntam.

O equipamento em si é de uma qualidade invejável, o atendimento da Dell não é ruim, a garantia é fantástica e a reposição de peças (desde que se compre no Brasil) também é excelente. Ao falarmos de notebooks, muita gente leiga no assunto, costuma recomendar somente HP, Sony, Toshiba, etc. Porém a Dell hoje esta tomando mercado de todos estes outros fabricantes com notebooks acessíveis, bonitos e principalmente, personalizáveis.

Diferente dos seus concorrentes, a DELL faz venda de equipamentos somente de forma direta (você não encontra em lojas). Para o Brasil, a montagem do equipamento e compra é feita toda pelo site da Dell. Nele você tem a opção de personalizar seu equipamento, trocando o processador, aumentando memória, trocando o disco rígido e até mesmo a cor externa. A cada alteração, o preço final é alterado automaticamente.

O notebook Dell Inspiron 1525 é o modelo mais novo fabricado no Brasil. Ele possui preços muito atraentes (a partir de R$ 1.699,00) e permite um nível de personalização fantástica. Um detalhe interessante é a possibilidade de você trocar até a cor da tampa do notebook (existem opções de cores inclusive com textura).

Sugiro a leitura do meu post sobre como escolher o melhor notebook e em seguida personalize o seu no site da Dell para análise de preços. É fato que, os notebooks Dell possuem valor um pouco mais alto que alguns concorrentes (como Acer, Positivo, AmazonPC, etc), mas as vezes este valor pode ser justificável pela qualidade e facilidade de compra.

Eixo secundário Excel 2007?

A dúvida abaixo veio da Gisele:“Karlão eu vi seu post sobre gráfico de Pareto no Excel, mas uma dúvida ainda persiste, como crio um eixo Y secundário com a porcentagem?”Gisele, sua dúvida é bem interessante e um ótimo complemento ao meu post anterior sobre os gráficos personalizados. O Excel 2007 não faz o eixo de porcentagem automaticamente, primeiramente você deve criá-lo como uma coluna de dados na sua tabela. Vamos usar como exemplo a figura abaixo:

Untitled-1

Neste exemplo, criamos uma tabela com as colunas de Valor, Meta e Diferença da Meta (em porcentagem). Selecione toda a tabela, vá até a aba Inserir e insira um gráfico de Colunas Agrupadas. Feito isto, clique bom o botão direito do mouse no terceiro eixo (Diferença da Meta) e em seguida “Formatar série de dados”.

Marque a opção “Eixo Secundário” e pronto. A terceira coluna do seu gráfico passará a ser medida pelo eixo Y secundário. Após isto, você pode ainda brincar com este gráfico, alterando o “Tipo de gráfico de série” deste eixo para linha.

O Excel 2007 pode não ter os gráficos personalizados como no Excel 2003, mas ele permite muito mais modificações e personalizações nos gráficos padrões, o que é uma grande melhoria.

XP + SATA + Drivers?

A dúvida abaixo veio do Igor:

“Karlão, li seu post sobre os métodos de instalar o XP em HD Sata, mas não tenho cd da placa mãe com os drivers, o que eu faço?”

Igor, sua dúvida é um bom complemento ao meu post sobre o assunto. Os drivers de controladora sata em sua maioria são encontrados no site do fabricante da placa mãe ou no fabricante do chipset da placa mãe. Para descobrir ambas as coisas (modelo de chipset e modelo de placa mãe) utilize o Everest, conforme meu post anterior.

Após descobrir os modelos, leia minha dica sobre como encontrar drivers na internet e em seguida faça o procedimento do F6 na instalação do XP ou a criação do CD de instalação utilizando o nLite.

Positivo V146 ?

A dúvida abaixo veio do Bruno:

“Karlão, comprei um Notebook Positivo V146 que veio com Windows Vista. Formatei e coloquei o XP, porém não consigo instalar o driver wireless, o que eu faço?”

Bruno, acredito que conseguimos responder esta sua dúvida com alguns posts anteriores aqui do blog. Primeiramente é importante falarmos que a Positivo não distribui oficialmente os drivers do Windows XP para este notebook, mas isto não quer dizer que eles não existam. Para descobrir o modelo correto da sua placa wireless, siga o procedimento do meu post sobre o Everest.

Após isto, veja minha dica sobre encontrar drivers quaisquer na internet e faça o download do driver correto para seu wireless em Windows XP. Para finalizar, verifique meu outro post sobre o passo a passo para solução de problemas em rede wireless no Windows. Acredito que com isto você irá conseguir resolver seu problema.

Cadê o Karlão?

Pessoal,

Estou bastante ausente do blog devido a alguns problemas pessoais, mas logo logo estaremos de volta com mais dicas, dúvidas e artigos. Todos os emails que vocês me enviaram estão guardados e serão respondidos.

Abraços a todos,

Karlão