Nomes nas dúvidas!

Pessoal,

Muitas vezes estou tendo que adivinhar (ou inventar, rsrsrs) o nome da pessoa que enviou o e-mail com a dúvida. Por isso, peço a todos os leitores que coloquem seus nomes na assinatura da mensagem. Assim fica mais fácil identificar e responder todos vocês!

Abraços!

Karlão

Falha na navegação?

A dúvida abaixo veio da Ana:

“Karlão, depois que foi feito rede aqui em casa a navegação ficou horrível, toda hora as páginas falham para abrir e mesmo sem o roteador, o problema persiste. O que faço?”

Ana, é bem complicado descobrir um problema assim sem uma análise mais profunda da sua rede. Porém podemos ter uma idéia da causa raiz. Vou partir do princípio que os testes de navegação foram feitos com e sem roteador, em um mesmo computador e no mesmo navegador (Internet Explorer ou Firefox por exemplo). Isto facilita, pois eliminamos uma série de variáveis.

Também vou partir do princípio que as falhas estão intermitentes, ou seja, hora funciona, hora não funciona, alguns sites abrem, outros não abrem. Digo isto, pois se a falha for geral (não funciona nada) então o problema é bem diferente, neste caso estamos falando de um problema mais simples de resolver, o que não é o caso desta dúvida.

Voltando ao seu problema, acredito que é bastante difícil o roteador estar com problema. Estes equipamentos raramente vem com algum defeito de fábrica, mas neste caso, podemos ter um problema de configuração. O ideal é acionar um técnico para verificar a configuração do equipamento. É interessante também verificar o cabeamento, tanto do roteador, quanto do computador, procurando algum cabo com mal contato ou falha de conexão.

Novos testes podem ser feitos, também de outro computador, para ver se o problema persiste. Problemas deste tipo, podem acontecer em somente um computador da rede, o que pode indicar problemas de configuração, hardware e também vírus. Aproveitando que mencionei este último item, alguns tipos de vírus costumam interferir na navegação. Eles criam mapeamentos falsos de rede dentro do computador e tentam direcionar todo o tráfego internet para (por exemplo) um site falso, com o intuiuto de roubar informações.

Por isto, minha recomendação, antes de mais nada é passar uma varredura completa de anti-vírus nos computadores da sua rede doméstica, se isto não resolver, entre em contato com um técnico para verificar novamente as configurações do roteador e também dos computadores.

Melhor VoIP?

A dúvida abaixo veio do amigo Roberval:

“Karlão, qual o melhor serviço de VoIP (telefonia IP) na internet?”

Roberval, existem inúmeros provedores de serviços VoIP na internet e o mais legal desta tecnologia é que você pode assinar (ou comprar créditos) de um provedor em qualquer lugar do mundo. Basta uma busca no Google para você ver o número infinitos de opções.

Recentemente me surpreendi com um novo serviço chamado Azzu. O Azzu possui, além dos serviços de VoIP padrão dos outros provedores, através de um softphone (software tipo Skype), a opção de se utilizar um ATA (Adaptador de Telefone Analógico), que nada mais é que um equipamento que você adquire para utilizar VoIP no próprio telefone de casa, sem a necessidade de um computador.

Além desta opção muito interessante, o Azzu também permite que você compre números telefônicos de várias cidades brasileiras e possui também serviços de siga-me, secretária eletrônica, tele-reunião, dentre outros, tudo isso em um portal muito prático e fácil de utilizar. Os preços do minuto das ligações estão muito competitivos e para quem fala muito interurbano, o Azzu pode ajudar a economizar até 80% do valor da conta. Vale a pena conferir.

Mais de 4GB de Swap?

A dúvida abaixo veio do meu amigo Garcez:

“Karlão, como faço para utilizar mais de 4GB’s de swap (memória virtual) no Windows?”

Garcez, você pode fazer isto de duas formas. A primeira é criando um arquivo de swap com 4 GBytes em cada partição do disco. Com isso você terá um arquivo de swap por partição sem a necessidade de alterar registro do Windows ou fazer qualquer alteração mais complexa. Porém, a utilização do arquivo de swap separados em partições, gera bastante utilização de disco (I/O) e isso pode prejudicar a performance em ambientes mais críticos.

O outro método é realizar algumas modificações no registro do Windows para que o mesmo permita criar vários arquivos de swap em uma única partição. Neste caso você pode centralizar os arquivos e ganhar em performance. Para fazer isto, siga o passo a passo da própria Microsoft.