Arquivo da tag: Hardware

Pen-drive bootável com Windows 7 ou Vista?

A dúvida abaixo veio do meu amigo César:

“Karlão, meu computador está com problemas no drive de CD/DVD e preciso instalar o Windows, como faço?”

Caro César, existem diversas soluções para este problema, a mais comum e mais prática seria a instalação do Windows através de um dispositivo USB de armazenamento (como um pen drive ou HD externo). O procedimento é bastante simples, porém existem dois detalhes. O primeiro é que o passo a passo que estarei listando abaixo só funciona em (e para) sistemas Windows Vista e Windows 7, justamente por isto o pen drive que iremos criar terá o Windows 7 bootável (para o Vista é o mesmo procedimento).

O segundo detalhe é que de qualquer forma você irá precisar dos arquivos de instalação do Windows (7 ou Vista) que estão no DVD do produto, por isso será necessário fazer o procedimento em um computador que esteja com o drive de CD/DVD funcionando! Vamos lá:

1) Conecte o pen-drive ou hd externo na porta USB (todos os dados serão apagados e será necessário um dispositivo com pelo menos 3 GB’s).

2) No Windows 7 (ou Vista) abra o Prompt de Comando como Administrador (botão direito no ícone e em seguida “Executar como Administrador”).

3) No prompt, execute o comando diskpart. Aguarde o carregamento e em seguida irá aparecer DISKPART>

4) Em seguida digite: list disk. O diskpart irá mostrar uma tabela com os discos atualmente conectados ao seu computador.

5) Identifique o pen-drive ou hd externo pelo número (Disco 0, Disco 1, Disco 2, etc) e pelo tamanho. Caso tenha alguma dúvida você pode rodar o comando novamente sem o pen-drive estar conectado.

6) Em seguida digite: select disk 1. Neste nosso exemplo, o pen-drive (ou hd externo) é o Disco 1. Tenha certeza de estar escolhendo o disco corretamente, ou você corre o risco de apagar todos os dados em uma outra unidade ou partição.

7) Rode os seguintes comandos, pressionando ENTER após cada linha:
clean
create partition primary
select partition 1
active
format fs=NTFS quick
assign
exit

8) Seu dispositivo externo está quase pronto para receber os arquivos de instalação do Windows 7 ou Vista.

9) Verifique no Windows Explorer, qual a letra da unidade de CD/DVD aonde está o disco de instalação do Windows e também confirme a letra que foi definida para seu pen-drive ou hd externo. Neste nosso exemplo, usaremos D:\ e F:\ respectivamente.

10) Na mesma tela do Prompt de Comando, acesse a pasta boot dentro do cd de instalação do Windows digitando: cd d:\boot

11) Para finalizar, iremos criar o setor de boot no pen-drive ou hd externo através do comando: bootsect /nt60 f:\

12) Pronto! Agora basta copiar, todo o conteúdo do DVD de instalação do Windows para o seu pen drive ou hd externo e iniciar seu computador com o dispositivo conectado a porta USB.

Um último detalhe: tenha certeza que a BIOS do seu computador tenha suporte para realizar boot por dispositivos USB (a maioria possui) e confirme que na sequência de boot, a “Unidade de armazenamento USB” esteja acima (prioritária) do disco rígido do seu computador.

Extensões prejudicam ADSL?

A dúvida abaixo veio do meu amigo Daniel:

“Karlão, a quantidade de extensões telefônicas em uma casa diminuem o desempenho do ADSL?”

Daniel, sua dúvida é muito interessante. A resposta é: sim! Na maioria das instalações de internet ADSL em residências, o modem em si, fica conectado diretamente a uma linha telefônica, seja ela uma extensão ou uma única linha direta. Quando o modem é ligado e a operadora telefônica libera o sinal ADSL, passam a trafegar na linha, frequências diferentes que são interpretadas pelos aparelhos telefônicos comuns como ruído.

Por isso as operadoras disponibilizam micro-filtros para serem instalados junto aos aparelhos telefônicos, evitando assim o ruído. O problema deste processo todo é que, mesmo instalado em uma única extensão, o sinal ADSL ecoa em toda a instalação telefônica, o que atenua (prejudica) o sinal e adiciona mais ruído. Em instalações mal feitas e com várias emendas e extensões este problema se agrava ainda mais.

Para isto existem duas soluções. A primeira é instalar um micro-filtro em todas as extensões da instalação telefônica. Porém, isto não vai evitar problemas caso a fiação, emendas e extensões forem mal feitas, antigas ou de má qualidade. A outra solução é ligar o modem ADSL logo na entrada da linha telefônica da residência e separar um outro fio desta linha (com adição do micro-filtro) que vá para todas as extensões. Neste caso o ADSL estará em uma linha “limpa” evitando qualquer problema com fiação, emendas e extensões ruins.

Vários pc’s, mesmo monitor?

A dúvida abaixo veio do Wilson:

“Karlão, existe uma placa que permite um único monitor controlar vários computadores?”

Wilson, este tipo de equipamento é chamado de Switch KVM (a sigla vem justamente do trio Keyboard, Vídeo, Mouse). O Switch KVM centraliza as conexões de mouse, teclado e monitor de vários computadores e direciona tudo isto para um único mouse, teclado e monitor. Através de uma comando (ou uma chave no aparelho) você altera o controle entre os computadores.

Este tipo de equipamento é usado primariamente por empresas que possuem servidores em rack ou máquinas que não precisam ser controladas a todo momento e auxilia enormemente na redução de cabos e limpeza no espaço de um Datacenter, por exemplo. Existem inúmeros modelos de Switch KVM, os mais modernos (e bem mais caros) controlam tudo digitalmente, os mais modestos, possuem uma chave manual para a troca entre servidores.

Dúvidas rápidas!

As dúvidas abaixo vieram do Mário, da Aline e do Dida respectivamente:

“Karlão, a perda de qualidade de transmissões digitais em 1080 em HDTV Ready é muito grande?”

Mário, a perda é perceptível, pois as TV’s digitais HDTV Ready realizam uma conversão do sinal para conseguir alcançar os 1080 que é o valor padrão das TV’s FULL-HD. Porém deixo claro que não é de forma alguma uma perda que prejudique a visualização de transmissões digitais, mesmo porque, inicialmente no Brasil não temos nenhuma transmissão digital em 1080. Mais informações, verifique meu post anterior sobre o assunto.

“Karlão, quais são as três útlimas versões do software Borland Delphi?”

Aline, a CodeGear (empresa criada pela Borland para cuidar das aplicações de desenvolvimento) costuma lançar uma grande versão do Delphi por ano, portanto a versão atual é a Delphi 2007, sendo a Delphi 2006 e Delphi 2005 as duas anteriores. Sugiro verificar o site do fabricante para mais informações, principalmente sobre as diferenças de funcionalidades entre as versões.

“Karlão, derramei refrigerante no meu teclado e agora algumas teclas estão grudando, o que devo fazer para limpar?”

Dida, que bagunça hein? Se o refrigerante apenas deixou as teclas grudando, então você teve sorte, na maioria dos casos seria necessário trocar o teclado. Você pode limpar usando álcool isopropílico (encontrado em farmácias ou lojas de componentes eletrônicos). Este álcool é ideal para este tipo de limpeza, pois ele contém menos de 1% de água, o que não causa oxidação dos componentes. Se seu teclado permitir (a maioria permite), você pode retirar tecla por tecla para fazer a limpeza.

Celeron por Core 2 Duo?

A dúvida abaixo veio da Adriana:

“Karlão, tenho um Dell Inspiron 1525 com processador Celeron. Consigo trocar o processador por um Core 2 Duo?”

Adriana, a resposta é sim. Tanto os processadores Celeron mais novos, quanto os processadores Core 2 Duo da Intel utilizam como soquete da placa mãe o formato LGA 775 (também chamado de Socket T). Os notebooks Dell Inspiron 1525 possuem uma placa-mãe com este soquete o que permite a troca do processador Celeron para o Core 2 Duo.

Algumas placas-mãe menos robustas, apesar de possuirem o soquete LGA 775, não possuem o suporte ao Core 2 Duo, o que as torna relativamente mais baratas, mas sem a possibilidade de upgrade. Não é este o caso da Dell que fabrica seus notebooks sem com grande poder de expansão.

Trocar o processador do notebook não é uma tarefa muito simples (como trocar de memória ou disco rígido). Sugiro que você entre em contato com o antedimento de vendas da Dell para poder realizar a cotação do novo processador para seu Notebook e do serviço de instalação deste. O número é: 0800-701-1268. Espero ter ajudado!

Porta USB?

A dúvida abaixo veio da Tânia:

“Karlão, o que é porta USB e dispositivo USB, qual a diferença entre os dois?”

Tânia, vamos entender primeiro o que é USB (ou Universal Serial Bus). O USB é uma interface de conexão com o computador que permite a conexão de diversos dispositivos em uma única interface padronizada. A interface USB (ou porta USB) tem suporte a tecnologia plug-n-play, ou seja, basta conectar o dispositivo que o computador reconhece e também tem suporte a tecnologia hot-swap, ou seja, não é necessário desligar o computador para se retirar o dispositivo da interface.

Normalmente, as portas e dispositivos USB existem em 2 versões. A versão 1.1 (mais antiga) que suporta velocidades de até 12Mbits (1,5Mbytes/s) e a versão 2.0 (atual) que suporta velocidades de até 480Mbits (60Mbytes/s). Lembrando que para funcionar em 2.0, tanto o dispositivo USB (pen-drive, máquina fotográfica, mp3 player, etc) quanto a interface USB do seu computador devem possuir suporte a tecnologia 2.0. Computadores e dispositivos novos, já vem todos com esta tecnologia, somente alguns computadores bem mais antigos não possuem suporte.

Bom, então é isto. Interface USB, ou porta USB é a conexão que seu computador possui para que você possa conectar os dispositivos USB, cujo exemplo mais comum destes é o pen-drive.

Sem som na caixa?

Pessoal, tenho recebido muitas dúvidas com relação a problemas de som no computador, uma delas veio da Cássia:

“Minhas caixas de som não estão funcionando e no ícone do som ao lado do relógio do Windows está escrito ‘sem som’, o que devo fazer?”

Cássia, este é um problema muito simples de se resolver. Todas as versões do Windows permitem desabilitar o som temporariamente, ao invés de você ter o trabalho de desligar as caixinhas, ou algo assim. Para que você habilite e desabilite o som, basta clicar duas vezes sobre o ícone da caixinha de som ao lado do relógio, que uma nova tela se abrirá.

Nesta tela, do lado esquerdo, você tem o controle de volume e em baixo uma caixinha para marcar “Sem Áudio”. Se você marcar esta opção, o Windows ficará totalmente sem som, caso ela estiver desmarcada, o som funcionará normalmente. Porém, nem sempre o problema de som é somente isto. Sugiro a todos a leitura do meu post anterior sobre o assunto para identificar outros possíveis problemas de som no Windows.